NOVAS USM da b8lab - disponíveis através da www.onefishplus.com

É um dos assuntos que preocupam os iniciados e até mesmo muitos dos mais experientes pescadores sejam de achigãs ou de outras espécies. A questão é controversa embora eu não lhe atribua muita importância. Acho que há outros fatores mais determinantes a influenciarem os animais que procuramos pescar. Há realmente coisas que os afetam muito mais.

Tenho defendido sempre que os achigãs se pescam todos os dias e depende das nossas capacidades o sucesso e o insucesso. Não vou retirar agora o que disse antes. No entanto, há dias em que são mais fáceis de pescar do que noutros, há dias em que há períodos de actividade mais acentuada.

A influência do sol e da lua na pesca tem a sua importância, mas é secundária...

A influência do sol e da lua na pesca tem a sua importância, mas é secundária…

A influência

Há várias formas de encarar a influência destes dois astros na vida dos achigãs. Há quem se limite a verificar a influência da lua: grosso modo diz-se que os quartos (crescente e minguante) são razoáveis e, lua cheia e lua nova são os melhores para a pesca, sendo a lua nova o melhor de todos os períodos. Os quatro dias que envolvem estes pontos altos do ciclo lunar seriam então os eleitos para as nossas pescarias. Claro que se trata de uma aproximação simplista. Para reforçar é possível ainda estabelecer os chamados picos lunares, as horas de maior influência, consoante a sua aproximação ou afastamento da Terra. Como é sabido a sua órbita em torno da Terra é elíptica o que permite que haja períodos de maior atracção entre estes dois corpos celestes. É essa variação da atracção que dá origem as marés.

As tabelas

Para continuar e sem querer baralhar muito as ideias de quantos me leem com intuitos meramente desportivos, temos ainda uma outra influência fundamental que é a do sol. Há pois quem apresente as tabelas solunares, isto é, de cruzamento entre as influências dos dois astros sobre a Terra, como elementos de estudo e planeamento para os nossos dias de pesca.

Revistas como a «BASSMASTER» ou a «The In-Fisherman» e até a «Mundo da Pesca» apresentam em cada edição as previsões para os meses seguintes e, curiosamente, não coincidem. Os melhores dias escolhidos variam. Os conjuntos de dias próximos das luas nova e cheia são os eleitos em ambos os casos, mas a especificação do melhor dia varia. Este e o segundo motivo pelo qual eu preferia deixar de lado todas estas considerações. Se até os cientistas discordam como vamos nós, simples pescadores, ser capazes de entender estas influências.

Mais importante que a lua e o sol são os fatores climáticos, a água, a presença de coberturas e ou estruturas, etc.

Mais importante que a lua e o sol são os fatores climáticos, a água, a presença de coberturas e ou estruturas, etc.

Acho que é preciso estarmos atentos aos fatores que mais directamente têm impacto sobre os peixes. Ainda que pudessemos determinar quais os melhores dias de pesca e quais as melhores horas para pescar, nunca poderíamos pôr de lado os elementos mais importantes: o tipo de barragem, a época do ano, a temperatura da água, o pH, a pressão atmosférica, a transparência das águas, a variação do seu nível, entre outros.

«Estar atento»

Duas ressalvas… Não costumo fazer a primeira porque se trata de uma época em que no nosso país existe o defeso, mesmo assim, porque há zonas em que se pode pescar acho que faz sentido escrever sobre isto. Na época da desova, quando a água atinge os 18 graus, devemos estar atentos à primeira lua cheia porque será aí que a maior parte dos peixes e especialmente os maiores vão desovar. Este «estar atentos» pode significar duas coisas, se os queremos pescar devemos estar atentos, mas também se os queremos proteger, uma vez que saberemos da sua vulnerabilidade. Não defendo nem ataco, acho que se pode preservar mesmo pescando, desde que se devolvam à água logo de imediato depois da captura.

A outra ressalva vai para quem marca eventos de pesca, sejam provas ou encontros, aí poder-se-á potenciar a pesca escolhendo os dias mais aconselhados nas ditas tabelas solunares.

Reafirmo que estas ressalvas valem o que valem não são garantias de nada, mas… Não custa nada tentar.

As tabelas solunares podem ser usadas na marcação de provas ou de outros eventos que envolvam pesca

As tabelas solunares podem ser usadas na marcação de provas ou de outros eventos que envolvam pesca

Conclusão

Se tiver acesso a uma dessas tabelas solunares faça uma pequena experiência e confronte os resultados de quatro ou cinco amigos seus que considere bons pescadores com o que essa tabela indica… Vai ver que serão poucas as coincidências. As influências de que falei fazem-se sentir, não há dúvidas sobre esse aspecto, no entanto, subsistem dúvidas na sua interpretação. Não deixe de ir pescar se lhe disserem que a lua vai ser má em determinado dia – é o que posso dizer-lhe…

Eu mesmo elaborei registos de capturas durante alguns anos no início desta minha caminhada e, é verdade, nunca consegui estabelecer uma relação de conexão entre a influência lunar e/ou solar e o resultado das minhas pescarias.

Como tal… Vá à pesca independentemente da fase da lua ou da atração do sol… Se não for nunca saberá se o dia era bom ou mau, aliás, acredito, que muito do bom e do mau somos nós que o fazemos.

Herminio Rodrigues

Hermínio Rodrigues é um pescador que se tem dedicado muito à formação de pescadores de várias formas: através dos dois livros que publicou e de muitos artigos que publicou e que publica ainda sempre que pode. Faz ainda palestras, demonstrações e ações de formação para pescadores e visita escolas que o convidam para introduzir os mais novos na pesca desportiva, especialmente de achigã.

More Posts - Facebook