Lagostins Vilecraw da Biospawn - disponíveis através da www.onefishplus.com

Quer estejamos a comprar o nosso primeiro carreto de pesca, ou a procurar um carreto novo para adicionar à nossa colecção, existem vários factores que devem ser tidos em conta.

Uma das questões que mais me é colocada é qual dos tipos de carreto é melhor – spinning ou casting?

Neste artigo vou abordar algumas das características de carretos de spinning e de casting, de forma a facilitar um pouco mais as vossas decisões na próxima compra.

Carreto de Spinning

Carreto de Spinning

Carreto de Spinning

Este deverá ser o carreto mais fácil de utilizar para quem está a dar os primeiros passos na pesca.

Os carretos de spinning estão geralmente associados a fios mais finos, e por isso terão um menor poder de “arrancar” um grande peixe de uma zona “mais complicada”. Isto não quer no entanto dizer que não consigam apanhar grandes achigãs com estes carretos. Aliás, o Brent Ehrler, um conceituado profissional americano, é conhecido por utilizar este tipo de carretos com regularidade, e conseguir ganhar algumas provas. Talvez serja por isso que é considerado como um dos melhores pescadores de finesse do mundo.

Este será o carreto indicado para pescas “mais finas”, ou finesse. Funcionam bastante bem com fios até 0,25mm e é ideal para amostras mais leves. Técnicas como drop-shot, shaky head ou wacky worm são ideais para se efectuar com estes carretos.

Não se aconselha a utilização deste carreto se o objectivo for pescar em zonas de muita vegetação, ou utilizar-se grandes crankbaits, ou qualquer outra grande amostra. Para estes casos, será melhor a utilização de um carreto de casting.

Carreto de casting

Carreto de Casting

Carreto de Casting

É o meu preferido, e provavelmente é a primeira escolha entre os melhores pescadores de todo o mundo.
A principal razão para ser utilizado por tantos em todo o mundo é a sua versatilidade. Ideal para fios a partir dos 0,25mm, e conhecido como um carreto para uma pesca “pesada”, este carreto permite pescar facilmente em zonas de vegetação densa, pescar com sapos, grandes crankbaits, spinnerbaits, amostras de superfície, e com linhas até 0,40mm.

Caso o casting seja a vossa opção, e caso apenas possam ter um único carreto, aconselho a comprarem o carreto com o maior rácio possível. Idealmente um carreto com um rácio de 7:1 ou superior será perfeito para cobrir qualquer técnica que se pretenda executar. No entanto estes carretos podem ser caros para alguns orçamentos, pelo que se apenas conseguirem comprar um carreto com um racio de 6:1, também servirá.

Se efectuarem algumas pesquisas, irão repara que algumas marcas oferecem carretos de casting com um rácio mais lento, tipo 5:1. Esses são carretos especializados para a utilização de crankbaits de grande profundidade e para spinnerbaits de rotação lenta. O rácio mais lento faz com que a amostra permaneça mais tempo na zona de ataque, facilitando os ataques. Saiba tudo sobre ratio e velocidade de um carreto aqui.

Qual o melhor carreto para iniciar?

Qual o melhor carreto para iniciar?

Apesar dos carretos de casting oferecer uma grande versatilidade, têm um ponto fraco, especialmente para quem os utiliza pela primeira vez. Esse ponto fraco é a curva de aprendizagem necessária para que se consiga pescar normalmente com este tipo de carretos. O ponto chave na sua utilização passa pela correcta afinação do carreto de acordo com a amostra que se estiver a utilizar. Isto é especialmente verdade no caso de já saber pescar com um carreto de spinning. Se NUNCA pescou, então talvez seja bom equacionar começar logo pelo casting.

Mito do nº de esferas de rolamento

Rolamentos

Rolamentos

Outra coisa a ter em atenção quando decidir comprar um carreto, é que compramos aquilo que pagamos. Estabeleça um orçamento, e encontre um carreto perto do valor máximo que estipulou, que sirva as suas necessidades.

Um mito existente quanto aos carretos de pesca, é o facto de um maior número de esferas de rolamentos ser equivalente a um carreto melhor. Apesar de isso ser verdade para os carretos de topo, não será verdade nos carretos de gama baixa e média.

Imagine que temos que escolher entre dois carretos, ambos custam 50€. Um tem 5 esferas de rolamento e outro tem 10 esferas de rolamento. Como compramos aquilo que pagamos, o mais provavel é o carreto com 10 esferas de rolamento ter esferas que custam 10 cêntimos cada uma, enquanto que o carreto com 5 esferas de rolamento poderá ter esferas que custam 1 euro cada uma. Ou seja, o carreto com 5 esferas de rolamento deverá ter esferas de maior qualidade, que acabarão por durar muito mais tempo, podendo ser um melhor investimento.

Tenham estes pontos em consideração da próxima vez que forem comprar um carreto, e façam uma compra consciente!

Alberto Nunes

Alberto Nunes é um profissional de Informática viciado em pesca ao achigã. Criou o basspt.com para partilhar as suas ideias e experiências de pesca ao achigã, e para colmatar a falta de informação em Portugal sobre esta temática.

More Posts - Website - Pinterest - Google Plus