Lagostins Vilecraw da Biospawn - disponíveis através da www.onefishplus.com

Entrámos recentemente no período do defeso em Portugal. Agora só voltaremos a pescar achigãs dentro de 2 meses sensivelmente

No entanto, se forem como eu, isso não significa que vamos parar, muito pelo contrário, é a altura ideal para aprender novas técnicas, empates, nós, etc.

No artigo de hoje, vou focar-me novamente nos carretos de casting, pois estes dois meses são a altura ideal para quem pretende aprender casting!

Uma das razões que os pescadores me apontam com mais frequência para não aprenderem a pescar com conjuntos de casting prende-se com o facto de depois, quando vão à pesca, durante algum tempo, recearem não conseguir pescar, por estarem a aprender. Pois bem, durante os próximos 2 meses terão todo o tempo do mundo para aprenderem a utilizar conjuntos de casting – no jardim!

Já aqui se falou extensivamente sobre carretos de casting, como se afinam, como se identifica a velocidade de recuperação, etc.

Julgo que falta mencionar qual o melhor carreto de casting para aprender!

O melhor carreto de casting para aprender

Pois bem, na minha opinião, o melhor carreto para aprender, é o melhor carreto que se consiga comprar!

Conjunto de casting

Conjunto de casting com que me iniciei em 2009

Um erro que vejo muitos pescadores fazerem é comprarem o carreto mais barato que encontrarem, com a desculpa de que se não gostarem ou não se adaptarem não terão perdido muito dinheiro. Sei do que falo, pois também eu, quando me aventurei pelo casting em Setembro de 2009, comprei um conjunto que novo custou no 80€. É verdade que aprendi, e pesquei muito com esse conjunto, mas sei hoje, depois de ter comprado carretos muito melhores, que poderia ter aprendido com muito mais rapidez e facilidade se tivesse comprado algo melhor. E atenção, o principal para aprender a lançar é mesmo o carreto, a cana, na minha opinião, é indiferente se é ou não de boa qualidade.

Antes de continuar, quero só deixar claro o que considero de barato. Das várias marcas que tenho experimentado, e sim, é verdade, existirão muitas que ainda não experimentei, qualquer carreto abaixo do 70€ enquadra-se na minha definição de carreto barato. Assim, aconselho um carreto de 70€ ou mais para começar.

A afinação

O problema que tenho notado em todos os carretos mais baratos que tenho experimentado é que não permitem uma boa afinação para quem está a começar a aprender a lançar com equipamentos de casting. Reconheço isto agora, depois de ter passado de um carreto barato para um melhor, e depois de ter ajudado várias pessoas a iniciarem-se no casting com sucesso.

A afinação do carreto é muito mais importante quando se está a aprender, do que depois de já se dominar a técnica. Quando estamos a aprender, necessitamos de toda a ajuda e facilidade possível, por forma a habituar-mo-nos a um novo modo de lançar. Quando já soubermos lançar sem problemas, temos mais facilidade em controlar a saída da linha com o dedo polegar, pelo que será pouco importante conseguirmos travar mais a bobine.

Quanto ás afinações, existem actualmente duas, número igual aos tipos de carretos no mercado. São eles carretos de afinação magnética e carretos de afinação centrífuga. Podem ver como afinar cada um deles nos vídeos que se seguem:

Afinar carreto de casting centrífugo


Afinar carreto de casting magnético

Primeiros lançamentos

Já vi de tudo. Pessoas que começam a lançar logo nas primeiras tentativas, e pessoas que têm que cortar a linha após a primeira tentativa, tal o tamanho do novelo que fazem… Eis o que acho que teve influência em cada um dos casos.

No caso das “desgraças”, tenho-as testemunhado com carretos baratos, com pouca ou nenhuma afinação. Ajudou ainda o facto dos indivíduos não terem tido qualquer consideração pelas sugestões transmitidas acerca da forma como efectuar o lançamento, e de terem efectuado um lançamento elevando a cana acima da cabeça.

Nos casos de sucesso desde o primeiro lançamento, os carretos permitiam uma boa afinação e os indivíduos tiveram em consideração as sugestões transmitidas. Qualquer um pode ser um caso de sucesso desde o primeiro lançamento. Sigam as indicações dadas pelo Hermínio Rodrigues no vídeo que se segue, e estarão no com caminho:

Dicas adicionais

Compreendo que para quem se está a iniciar os carretos magnéticos pareçam mais “amigáveis”. Pessoalmente acho que os carretos centrífugos têm “mais afinação”. Seja qual for o que escolherem, sugiro que peçam a um amigo que vos ajude a afinar o carreto. Se não tiverem ninguém, sigam as instruções dos vídeos, mas travem mais do que o que é recomendado. É melhor ir destravando à medida que vão ganhando o jeito.

Utilizem amostras com pelo menos 12g de peso para começarem a efectuar os vossos primeiros lançamentos. Muito abaixo disso e será muito difícil, muito acima também trará mais dificuldades.

Finalmente, deixo-vos uma dica que vos irá poupar dezenas de metros de fio nos primeiros tempos, pois permite que os novelos, a acontecerem, estejam limitados apenas a alguns metros de fio inicial, e não à totalidade do fio da bobine. Vejam o vídeo para ficar a saber como fazer:

Alberto Nunes

Alberto Nunes é um profissional de Informática viciado em pesca ao achigã. Criou o basspt.com para partilhar as suas ideias e experiências de pesca ao achigã, e para colmatar a falta de informação em Portugal sobre esta temática.

More Posts - Website - Pinterest - Google Plus