Lagostins Vilecraw da Biospawn - disponíveis através da www.onefishplus.com

Eu sei que eles não foram sempre campeões em título, mas foram-no na atitude. Foram campeões quando triunfaram e souberam estar quando não conseguiram. Há pouco que eu possa dizer que não tenha sido dito já sobre estes dois pescadores. Conheci-os antes de pescarem juntos, já pesquei com ambos, já fiz competição com um deles. Vi-os darem os primeiros passos em algumas técnicas… Lembro-me de ter pescado com o João Grosso na preparação para a Taça do Mundo de 2003 e de ele me ter revelado que nunca tinha tentado o drop-shot (admirei a sua humildade, porque a maioria dos pescadores «já sabem tudo e já fizeram tudo»), de resto, o João nem tinha de o afirmar, íamos treinar essa técnica nas casas submersas do Vilar. Nem houve tempo para explicações quando ele começou a tentar, já estava a capturar… Eu sabia que ia ser assim e ele… Acho que também. Passado pouco tempo, numa pescaria no Alqueva, revelou-me que nunca tinha pescado com jigs… Não lhe tinha ainda despertado para isso… Eu sorri e disse-lhe: «Coloca um. É a melhor forma de ultrapassares isso…» Escusado será dizer que o desfecho foi o mesmo e volvidos alguns minutos, lá estava ele a perceber como aquilo funcionava e a capturar…

Tive outras situações com o Quim Moio, que chegou à competição mais tarde… Lembro-me de o ver pela primeira vez numa acção de formação em Portel, acho que por 2003 também. Perguntou-me sobre as cores… Passado pouco tempo, pescámos juntos e tive ocasião de partilhar com ele muita coisa, mas percebi de imediato, tal como com o João, que era um pescador de mão cheia.

Qualquer deles tem os ingredientes dos campeões. Sabem ser humildes e sabem trabalhar para vencer, sabem perder e aprender com essas derrotas momentâneas para se superarem.

O Quim este ano tem dose dupla. Vai com o seu parceiro representar Portugal no mundial da disciplina em Itália, no Lago de Bolsena, cenário em que já conseguiram um quarto lugar numa prova semelhante, e vai depois representar a BASS Nation de Portugal no Ouachita River, no Estado da Luisiana, EUA…

Eu tenho apenas uma mensagem para estes campeões:

«Confiem nos vossos instintos!»

Eu sei que vão dar tudo para melhorarem a sua prestação, eu sei que vão ajudar a equipa, como fizeram no mesmo palco em 2011, eu sei que não vai ser fácil… Mas tenho a certeza de uma coisa, Portugal está em boas mãos e a BASS Nation de Portugal também.

2011 Mundial Bolsena

2011 Mundial Bolsena

Aproveito para me dirigir à restante selecção:

«Entendam-se! Trabalhem em conjunto! Confiem uns nos outros! O resultado depende disso, se vos faltou tempo de treino no local, se vos faltou informação suficiente, confiem em quem já lá foi e ajudem-se uns aos outros!»

Desejo que vos corra tudo como desejarem e que dignifiquem o nome de Portugal e da pesca desportiva do achigã em Portugal!

Herminio Rodrigues

Hermínio Rodrigues é um pescador que se tem dedicado muito à formação de pescadores de várias formas: através dos dois livros que publicou e de muitos artigos que publicou e que publica ainda sempre que pode. Faz ainda palestras, demonstrações e ações de formação para pescadores e visita escolas que o convidam para introduzir os mais novos na pesca desportiva, especialmente de achigã.

More Posts - Facebook