Lagostins Vilecraw da Biospawn - disponíveis através da www.onefishplus.com

Logo no arranque do Elite Series da BASS, que decorreu no St. John’s River, no Estado da Flotida, Rick Clunn, que não vencia uma prova desde 2002, regressa às vitórias depois de um arranque na 43ª posição.

Foi a pescaria do terceiro dia que o colocou na liderança, o último dia foi só para confirmar. Confirmou a vitória e confirmou que a pesca desportiva não necessita de escalão de veteranos. Quem vence aos 69 anos, não faz exceção, confirma apenas que a pesca desportiva é um desporto que se pode praticar quase até à morte e, não só praticar, mas mesmo praticar entre os melhores do mundo e a esse nível.

Rick com a pescaria que o colocou na liderança para não mais a largar - Foto BASS-Seigo Saito

Rick com a pescaria que o colocou na liderança para não mais a largar – Foto BASS-Seigo Saito

Mas é claro que Clunn é uma grande exceção. Não tenhamos dúvidas. Ele foi o primeiro a vencer dois Bassmaster Classics seguidos, 1976 e 1977, e o primeiro a atingir quatro vitórias em Classics, coisa que apenas outro pescador conseguiu até hoje, e que pescador! Nada mais nada menos que Kevin VanDam. Completou nesta prova o bonito número de 416 participações em que venceu 15 vezes e mais de 25 por cento das vezes terminou no top 10. Sendo o pescador mais idoso no Elite Series, passou também a ser o vencedor com mais idade. Estes números são dignos de registo, mas o que mais impressiona é o respeito que os outros concorrentes lhe têm. Muitos deles identificam-no como o seu ídolo. Como disse Dave Mercer durante a pesagem do terceiro dia: «Ele é o ídolo de toda a gente». E é. Pelo menos dos que ali estavam.

A pescaria do terceiro dia, que pesou mais de catorze quilos, foi a melhor da prova e vai ser uma das melhores do ano, com certeza. No domingo fiquei curioso por ver como ia sair-se e assisti em direto ao que deu para assistir no site da BASS. O homem sempre me impressionou e continua a impressionar. O que mais salta à vista é a simplicidade com que executa… Apenas duas canas na plataforma. Uma com uma espécie de chatterbait, um jig com lâmina, com um swimbait atrelado, outra com uma minhoca com uma cauda grande em gancho. Enquanto esperava que as condições de tempo fossem perfeitas para o jig conseguiu o suficiente para vencer, porque a chuva e o vento previsto não chegaram.

No último dia de pesca que terminou em glória com um total acima dos 37 quilos - Foto BASS-Seigo Saito

No último dia de pesca que terminou em glória com um total acima dos 37 quilos – Foto BASS-Seigo Saito

Não sei se por me sentir a envelhecer, se por gostar mesmo do Rick, gostei de o ver com o troféu, mas gostei mais de ver que o seu filho River a ajudar o pai a ensacar os peixes e a fazer-lhe companhia em palco. Pelo que se sabe, também acompanhou o pai nos treinos. Quem sabe se um dia destes não teremos outro Clunn na competição… Acho que é apenas uma questão de tempo.

Um dos raros sorrisos de Rick ao erguer o troféu - Foto BASS-Seigo Saito

Um dos raros sorrisos de Rick ao erguer o troféu – Foto BASS-Seigo Saito

Já por várias vezes troquei impressões com ele e li muita coisa a seu respeito. Há quem lhe chame o «mestre zen» pela aproximação mística que faz à pesca. Aconselhou-me algumas leituras dentro deste âmbito e eu melhorei muito com as suas ajudas. Ele é dos que acha que nos podemos sintonizar com as energias que conduzem todo o sucesso. É dos que aconselha a meditação como forma de preparação e uma espécie de retorno à nossa condição irracional, no sentido de animal, ou seja, devemos pescar por instinto e devemos estar sempre atentos à nossa intuição.

O que me parece é que ainda não foi o «canto do cisne». Acho que este Homem ainda tem muito para dar.

Uma entrevista a Clunn no Bassmaster Classic de 2007 - Foto de Rui Contente

Uma entrevista a Clunn no Bassmaster Classic de 2007 – Foto de Rui Contente

Herminio Rodrigues

Hermínio Rodrigues é um pescador que se tem dedicado muito à formação de pescadores de várias formas: através dos dois livros que publicou e de muitos artigos que publicou e que publica ainda sempre que pode. Faz ainda palestras, demonstrações e ações de formação para pescadores e visita escolas que o convidam para introduzir os mais novos na pesca desportiva, especialmente de achigã.

More Posts - Facebook