Lagostins Vilecraw da Biospawn - disponíveis através da www.onefishplus.com

No passado mês de Julho, experimentei também pela primeira vez a pescar ao achigã de barco.

Foi uma experiência totalmente diferente para mim, pois das únicas vezes que andei de barco foi quando fui aos Açores, e nesse caso eram barcos “a sério”. Desta vez, o barco tinha 3,5m para 3 pessoas: eu, o Nuno, e o Charrua (o dono do barco). Isto para mim tem mais importância do que possam imaginar: é que eu não sei nadar!

Medos à parte, lá fomos os 3, numa aventura completamente nova para mim e para o Nuno…

Apesar de não estar um dia muito agradável, pois fazia-se sentir um vento forte, que chegava a causar ondulação, o balanço foi razoável, pelo menos para mim e para o Nuno, que apanhámos 3 achigãs cada um, emquanto que o Charrua se começava a enervar 🙂 pois sendo o dono do barco, estava a chegar o fim do dia e ainda não tinha pescado nada… até que mesmo no fim, conseguiu apanhar um achigã, que acabou por ser o maior de todos, embora não tivesse mais de 150 gramas…

Foi uma boa experiência, tendo o barco revelado-se uma forma excelente para aceder de forma rápida e cómoda a todos os recantos da barragem, coisa que como pescardor de margem que sou, não me acontece todos os dias, pois muitos dos locais obrigam-nos a percorrer grandes distâncias a pé, e em muitas situações existem locais praticamente inacessíveis.

Para concluir, aqui ficam algumas fotos desse dia, que a minha mulher nos tirou:

Estado da água

Estado da água

Colocar o barco na água

Colocar o barco na água

Prontos para partir

Prontos para partir

Anoitecer - ainda não tinhamos chegado

Anoitecer - ainda não tinhamos chegado

Chegada

Chegada

Retirar o barco da água

Retirar o barco da água

Nuno exibe euforicamente o seu primeiro achigã pescado com amostras de vinil

Nuno exibe euforicamente o seu primeiro achigã pescado com amostras de vinil

Preparação do regresso

Preparação do regresso

E pronto… é basicamente tudo o que havia para mostrar.

Durante esta pescaria, e pelas condições climatéricas estarem um pouco adversas, todos utilizámos amostras de vinil, tendo sido a primeira vez que o Nuno apanhou um achigã com este tipo de amostras, pois também ele se iniciou nestas amostras este ano, juntamente comigo, tendo o Charrua sido o nosso mentor.

Alberto Nunes

Alberto Nunes é um profissional de Informática viciado em pesca ao achigã. Criou o basspt.com para partilhar as suas ideias e experiências de pesca ao achigã, e para colmatar a falta de informação em Portugal sobre esta temática.

More Posts - Website - Pinterest - Google Plus