Lagostins Vilecraw da Biospawn - disponíveis através da www.onefishplus.com

A minha breve carreira de revolucionário político acabou ainda antes de terminarem os dias difíceis do pós «25 de Abril», tão abruptamente como tinha começado. Realmente nem me apetece falar de política, mas estamos a enfrentar dificuldades que parecem trazer árduos dias de luta apenas pelo direito a pescar…

Já nos anos 70 do século passado, um partido dito «verde» fez estragos no nosso desporto num país como a Alemanha. Aproveitando-se de ser «contrapeso» num governo de coligação, levou a aprovar e aprovou um pacote de leis que faz com que a pesca naquele país nunca mais tenha saído da sua pré-história. A legislação é tão restritiva que tem de se fazer uma carta de pescador em alemão, mesmo para os estrangeiros que não falam a língua. Além disso, não existe uma federação nacional, como existe para todos os outros desportos, nem um calendário de competição organizado, dando mesmo a ideia de ser proibido fazer competição em pesca… Enfim, um país em que pescar é ainda uma atividade recolectora e não um desporto em si.

Agora temos Espanha em que se quer proibir a pesca a uma série de espécies invocando que se têm de exterminar as espécies não autóctones por métodos mais agressivos, pelo menos é o que consigo compreender da situação.

Movimento no Facebook: Plataforma em defesa da pesca em Espanha

Movimento no Facebook: Plataforma em defesa da pesca em Espanha

Em Espanha a luta está renhida, com toda a gente da pesca envolvida. Tenho acompanhado as movimentações de Jesús Espósito, presidente da AEBass, e de José Luis Bruna, presidente da Federação Espanhola de Pesca e Casting… Tenho visto como estão ativos nas redes sociais e nos contactos com a Administração. Não creio que um sector desportivo com o peso que tem e um outro económico também com peso na economia possam ser, pura e simplesmente, apagados da sociedade espanhola. Não me parece que possa acontecer.

UNETE a la Plataforma. Eres necesario.Campaña de difusión para buscar la unidad de todos los afectados.#plataformaendefensadelapesca

Portugal está num impasse de que não sabemos como se vai sair. O que sabemos é que as pessoas que detêm a tutela pensam da mesma forma.

Preocupa-me, assim, que se as coisas em Espanha não mudarem, venha esse efeito acabar por nos atingir.

Mas preocupa-me mais ver como, por cá, cada um trata de si e, a maior parte do tempo, estejamos enterrados nas questõezinhas do dia-a-dia das organizações de provas, de angariação de membros, etc. e ninguém pense que, de repente, pode ser necessário criar uma frente como se fez em Espanha. Aliás, com a soma de más vontades que vejo no nosso desporto e a incapacidade para reunir em torno de consensos de base, receio bem que deixem que o nosso desporto vá perdendo espécies e, de espécie em espécie, qualquer dia não sobre nada – nem desporto!

Depois, senhores pescadores, isto é para vocês, estarão dispostos a enfrentar a lei e a ordem se ela for contra nós? É bom que estejam ou então vamos acabar a competir em jogos de computador e de distância de lançamento e, quem sabe, de estética de pesca, com notas de júris sobre quem lança mais perfeitamente… É isso que querem? É bom que se preparem para dias muito difíceis.

Eu nem sei por onde andarei quando estas bombas cá chegarem, mas para já manifesto toda a minha solidariedade aos nossos amigos espanhóis e desta espero bons ventos de Espanha e bons exemplos como já estão a dar.

Cá em Portugal estarei sempre na linha da frente numa luta pela nossa pesca, pela nossa espécie e nunca voltarei costas a uma luta por qualquer disciplina desportiva que respeite as espécies como a nossa respeita. Se o carp fishing precisar da minha ajuda, cá estarei! Se qualquer disciplina da pesca desportiva correr os riscos que as das espécies exóticas estão a correr, cá estarei! E, assim, sinto-me no direito de solicitar a todas as federações, associações e clubes de pesca, bem como importadores, fabricantes e lojas de material de pesca que se unam e que coloquem tudo o que puderem nesta luta, porque com esta gente a mandar… Nunca se sabe o que esperar!

Herminio Rodrigues

Hermínio Rodrigues é um pescador que se tem dedicado muito à formação de pescadores de várias formas: através dos dois livros que publicou e de muitos artigos que publicou e que publica ainda sempre que pode. Faz ainda palestras, demonstrações e ações de formação para pescadores e visita escolas que o convidam para introduzir os mais novos na pesca desportiva, especialmente de achigã.

More Posts - Facebook