Lagostins Vilecraw da Biospawn - disponíveis através da www.onefishplus.com

Depois de saber que tinha comprado uma cana e carreto de casting, o Nuno não hesitou! Ontem fomos os dois a uma loja de que se fala muito por cá, e ele lá comprou também a sua primeira cana e carreto de casting. Ficou logo combinado que hoje de manhã iríamos os dois à pesca, para ele testar o novo equipamento… soube logo que me ia rir à grande!!! 🙂 🙂

Hoje de manhã, lá fomos os dois… Depois de alguns lançamentos onde ainda nunca nenhum de nós apanhou o que quer que seja, lá se decidiu que íamos para o meu açude preferido, onde existe sempre a certeza que se cpatura sempre algum peixe, independentemente do seu tamanho.

Antes de mudarmos de açude, montámos a nova cana, enchemos o novo carreto com algumas dezenas de metros de fio, e lá fomos…

Chegados ao açude, e depois de todo o equipamento preparado, chegou o momento por que ambos esperávamos: o Nuno queria experimentar a sua nova cana de casting, e eu queria-me rir um bocado às custas dele! 🙂

E assim foi!! 🙂

Primeiro lançamento, primeiro novelo, e toca de desenrolar fio!! 🙂

Nuno a desenrolar o fio após o primeiro lançamento

Nuno a desenrolar o fio após o primeiro lançamento

Até aqui tudo normal… 🙂

Então disse-lhe “deixa-me experimentar, para tentar deixar o carreto já mais ou menos afinado”. E lá fui, armado em profissional, mas foi a desgraça! Primeiro lançamento, e fio irrecuperável!!! Lá foi a tesoura 🙂

Cheguei assim à conclusão que, apesar de já muito raramente enrolar o fio a efectuar lançamentos com a minha cana, as afinações dos carretos variam bastante, sendo que a espessura da linha também deve ter alguma influência no tipo na forma do lançamento… Depois de desenrolar o fio dele (com a tesoura…), passei-lhe a cana, e voltei para a minha… pouco tempo depois conseguia apanhar o primeiro achigã do dia (deve ter sido o terceiro com a minha nova cana de casting).

Continuei com a minha acção de pesca, e o Nuno continuou a enrolar e desenrolar fio 🙂

Entretanto, fui apanhando mais alguns peixes, tendo chegado o final da manhã com um total de 6 capturas.

Eu com o primeiro exemplar do dia - casting claro! :)

Eu com o primeiro exemplar do dia – casting claro! 🙂

Algo desanimado (como é natural), o Nuno voltou para a sua cana de spinning, tendo pouco tempo depois apanhado o seu primeiro do dia:

Primeiro achigã do dia

Nuno, com o seu primeiro achigã do dia

Algumas testes a amostras depois, lá voltou para a nova cana de casting, e o resultado não foi nada mau: mais lançamentos com o fio cada vez a enrolar menos e, para grande satisfação, o seu primeiro achigã de sempre com uma cana de casting!! Como se pode ver pela foto abaixo, a alegria era notável! 😉

Nuno - primeiro achigã da sua vida com cana de casting

Nuno – primeiro achigã da sua vida com cana de casting

Em jeito de conclusão, e aproveitando o facto do Nuno ter levado a sua máquina fotográfica, resolvemos fazer um pequeno vídeo, onde eu efectuo um lançamento:

Aqui fica um novo vídeo sobre como fazer os primeiros lançamentos de casting:

primeiros lançamentos de casting

Actualizações:

Alberto Nunes

Alberto Nunes é um profissional de Informática viciado em pesca ao achigã. Criou o basspt.com para partilhar as suas ideias e experiências de pesca ao achigã, e para colmatar a falta de informação em Portugal sobre esta temática.

More Posts - Website - Pinterest - Google Plus