Lagostins Vilecraw da Biospawn - disponíveis através da www.onefishplus.com

A pouco menos de mês da abertura da época de 2012/2013, venho abrir um novo espaço aqui no blog para falar sobre amostras…

Se é verdade que não sou nenhum Pro, também é verdade que já sei umas quantas coisas sobre amostras para pesca ao achigã, e até tenho as “minhas teorias” sobre amostras… 🙂

Enfim, a ideia principal com esta nova categoria de artigos é a de podermos partilhar ideias, experiências e opiniões acerca dos vários tipos de amostras que temos neste momento disponíveis na pesca ao achigã.

Para este primeiro artigo, gostaria de saber a vossa opinião acerca das várias marcas de amostras de vinil disponíveis no mercado nacional.

Para os que já seguem o blog à algum tempo, já devem ter reparado que referencio várias vezes os vinis da marca Yum. Não porque ganhe alguma coisa com isso 🙂 (era bom, era…) mas simplesmente porque uma das minhas amostras preferidas é dessa marca – o Dinger.

O Dinger é a mesma coisa que o conhecido Senko, só que o senko é o nome deste tipo de amostra da marca Gary  Yamamoto. Já as mesmas amostras, mas da marca Zoom, têm o nome de Fish Doctor.

Dinger, da YUM

Dinger, da YUM

Senko, da Gary Yamamoto

Senko, da Gary Yamamoto

Fish Doctor, da ZOOM

Fish Doctor, da ZOOM

Dito isto, introduzi assim as 3 marcas de vinis que conheço, e sobre as quais posso dar a minha opinião:

Das 3 marcas que referi, a ZOOM será a mais barata, seguida da YUM, e por fim a Gary Yamamoto, que é reconhecidamente uma das mais caras.

Apesar de não ter muita experiência com amostras da ZOOM (basicamente conheço pelos que pescam comigo com amostras dessa marca), as amostras da Gary Yamamoto são as mais macias. Isto poderá ser importante nas alturas em que o peixe está a morder mais levemente, pois umas amostra macia certamente permitirá uma cravagem melhor. Em termos da acção e apresentação da amostra, isto poderá também ser um factor a ter em conta…

Em termos de flexibilidade, a YUM ganha sem qualquer margem para dúvidas! Enquanto que com uma amostra de qualquer uma das outras marcas consigo tirar 3 ou 4 achigãs (5 se tiver muita sorte), com uma amostra da YUM consigo tirar mais de 10 achigãs, já me tendo acontecido casos em que tenho que ser eu mesmo a substituir a amostra, não por que se parta, mas porque a cada captura, acaba por ficar descolorida de tanta ser mordida! Logo aqui, o factor do preço altera-se, passando a ficar tão ou mais em conta que as amostras da ZOOM.

vamos-falar-amostras

Pessoalmente, prefiro as amostras da YUM.

Tendo como objectivo neste artigo fomentar a discussão em torno das marcas, e não de uma amostra em particular, gostaria assim que deixassem os vossos comentários sobre qual, na vossa opinião, é a melhor marca de amostras de vinil, e podem dizer porquê! 🙂

Actualização de 01-09-2015:

Em 2014 tive acesso a uma nova marca que surgiu no mercado – a BioSpawn. Com um design inovador a nível de senkos e de lagostins, esta marca rapidamente se tornou na minha favorita. Isto porque, aliado a esse design, as amostras conseguem praticamente a mesma durabilidade que as da YUM conseguiam. Digo conseguiam porque, com a passagem do aroma de LPT para F2, notei que também o material do vinil foi alterado, tendo-se tornado ligeiramente menos resistente.

Já aqui falámos dos senkos, chamados de Exostick, e dos lagostins, chamados de Vile Craw. Podem ficar a conhecer melhor esta marca na página oficial para o nosso país.

Alberto Nunes

Alberto Nunes é um profissional de Informática viciado em pesca ao achigã. Criou o basspt.com para partilhar as suas ideias e experiências de pesca ao achigã, e para colmatar a falta de informação em Portugal sobre esta temática.

More Posts - Website - Pinterest - Google Plus